O Fogo Grego e a sua contribuição para o poderio Bizantino

por Konstantinos Karatolios (Autor),‎

Adelaide Franco Nikolic (Tradutor) 

 

A supremacia do Império Bizantino, que durou mil anos, não poderia ter sido alcançada sem as suas forças armadas, o que lhe permitiu manter o seu poder face aos constantes desafios de inimigos externos, que diferiam significativamente na sua natureza. Neste contexto, o que tinha sido herdado dos Romanos foi tão importante como a adoção de novas armas e táticas de combate.


O Fogo Grego, se não a mais importante dessas armas, foi, certamente, a que alcançou a maior fama. Foi usado ao longo da duração do Império Bizantino e garantiu vitórias retumbantes à sua marinha. Esta terrível arma era lendária, mas quase tudo o que sabemos sobre ela e o seu uso está obscurecido pela ambiguidade dos relatos contemporâneos.


Neste trabalho, Konstantinos Karatolios tenta responder a uma série de perguntas sobre o Fogo Grego: Qual era a sua fórmula? Quão eficaz era? Quem foi o seu verdadeiro inventor? Como era usado em batalhas em terra e no mar? Este livro tem como objetivo, não só fornecer uma visão geral do estado atual da pesquisa, que pode ser facilmente lida por não-especialistas, mas também dar a sua própria contribuição para o estudo do assunto, respeitando os métodos de investigação académica.

 

Amazon.com.br

 

Barnes & Noble     Kobo      Scribd